Padrão Oficial da Raça

APARÊNCIA GERAL

Alegre, robusto, esportivo, bem balanceado; compacto.

 

PROPORÇÕES IMPORTANTES

Medindo da cernelha ao solo aproximadamente o mesmo que da cernelha à raiz da cauda.

 

COMPORTAMENTO/TEMPERAMENTO

De natureza alegre, com a cauda

mostrando típico movimento incessante, cheio de energia, principalmente quando segue rastros; destemido, enfrentando qualquer tipo de terreno. Meigo, afetuoso, cheio de vida e exuberante.

Veja nos links:

fci.png
logo_kc_250.png
cbkc.png

CABEÇA

 

REGIÃO CRANIANA

Crânio: Bem desenvolvido, nitidamente cinzelado, nem muito afilado nem muito grosseiro.

Stop: Bem marcado, situado à meia distância entre a ponta da trufa e o occipital.

 

REGIÃO FACIAL

Trufa: Suficientemente larga para favorecer a capacidade do faro.

Focinho: Quadrado.

Maxilares / Dentes: Maxilares fortes, com uma perfeita, regular e completa mordedura em tesoura, isto é, os dentes superiores estão em contato com a parte externa dos dentes incisivos inferiores e colocados em ângulo reto com os maxilares.

Bochechas: Não proeminentes.

Olhos: Cheios, mas não proeminentes. Marrom escuros ou marrons, jamais claros; porém, no caso de cães de cor fígado, fígado ruão e fígado e branco, os olhos são de cor avelã escura, em harmonia com a pelagem; com expressão de inteligência e meiguice, porém alerta, esperto e brilhante; pálpebras bem ajustadas.

Orelhas: Lobulares, de inserção baixa, no nível dos olhos. Couro fino, estendendo-se até a ponta da trufa. Bem revestidas com pelos longos, lisos e sedosos.

PESCOÇO

De comprimento moderado; musculoso. Bem ajustado em ombros bem inclinados. Garganta sem barbelas.

 

TRONCO 

Forte e compacto.

 

Linha superior:

Firme, nivelada, suavemente descendente do final do lombo à raiz da cauda.

Lombo:

Curto e largo.

Peito:

Bem desenvolvido e profundo; nem muito largo nem muito estreito na frente. Costelas bem arqueadas.

 

CAUDA

Inserida ligeiramente abaixo da linha do dorso. Deve ser alegre em movimento e portada em nível, nunca voltada para cima. Anteriormente era costume o corte da cauda.

Cortada: Nunca tão curta que não se veja, nem tão longa para interferir na sua ação incessante e alegre quando em trabalho.

Não Cortada: Levemente curvada, de comprimento moderado, proporcional ao tamanho do corpo dando uma aparência geral equilibrada; não deve ir além do jarrete. Forte em sua raiz e afilando até a ponta, que deve ser fina. Bem franjada, em harmonia com a pelagem. Sempre em movimento vivaz e portada em um plano não mais elevado que o nível do dorso e nunca tão baixo que indique timidez.

 

MEMBROS

ANTERIORES:

Com boa ossatura, retos, suficientemente curtos para concentrar a força. Não muito curtos a ponto de interferir no tremendo empenho que é esperado deste magnífico cão de caça.

Ombros: Bem inclinados e refinados.

Patas: Firmes, com almofadas grossas e pés de gato.

 

POSTERIORES: Largos, bem arredondados e muito musculosos; com boa ossatura.

Joelhos: Bem angulados.

Jarretes: Curtos, permitindo uma grande propulsão.

Patas: Firmes, com almofadas grossas e pés de gato.

MOVIMENTAÇÃO

 

Andadura fluente, com grande propulsão e boa cobertura de solo.

 

PELAGEM

Pelo: Liso, de textura sedosa, jamais de arame ou ondulado; não muito abundante e nunca encaracolado. Bem franjado nos anteriores, corpo e acima dos jarretes.

 

COR

Cores sólidas

Preto; vermelho; dourado; fígado (chocolate); preto e castanho; fígado e castanho; A cor branca não é permitida, exceto uma pequena

quantidade no peito.

 

Particolores

Bicolores: Preto e branco; laranja e branco; fígado e branco; limão e branco. Todos com ou sem manchas.

Tricolores: Preto, branco e castanho; fígado, branco e castanho.

Ruões: Azul ruão; laranja ruão; limão ruão; fígado ruão; azul ruão e castanho; fígado ruão e castanho.

 

TAMANHO / PESO

Altura na cernelha:

Machos: 39 - 41 cm

Fêmeas: 38 - 39 cm

Peso aproximado

 13 - 14,5 quilos.

FALTAS

Qualquer desvio dos termos deste padrão deve ser considerado como falta e penalizado na exata proporção de sua gravidade e seus efeitos na saúde e bem estar do cão e na sua habilidade para executar seu tradicional trabalho.

 

FALTAS DESQUALIFICANTES

Agressividade ou timidez excessiva.

Todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de comportamento

deve ser desqualificado.

 

NOTAS

:

Os machos devem apresentar os dois testículos, de aparência normal, bem descidos e acomodados na bolsa escrotal.

Somente os cães clinicamente e funcionalmente saudáveis e com conformação típica da raça deveriam ser usados para a reprodução.